Cuidando da sua saúde.

Cuidando da sua saúde.

ATENDIMENTO PRESENCIAL DE PREVENÇÃO AO CORONAVÍRUS

– EVITAR CONTATO FÍSICO COM APERTO DE MÃOS OU ABRAÇOS;

– CUBRA A BOCA E O NARIZ SEMPRE QUE TOSSIR OU ESPIRRAR;

– USAR ÁLCOOL EM GEL SEMPRE QUE POSSÍVEL;

– LAVE AS MÃOS CORRETAMENTE ANTES E DEPOIS DO ATENDIMENTO.

SAÚDE E BEM ESTAR DE TODOS É A NOSSA PRIORIDADE!

 

A FILOSOFIA TVLAR É AJUDAR AS PESSOAS A VIVEREM MELHOR.

O que fazer se você tiver sintomas de coronavírus?

Quando apresentar os sintomas iniciais do vírus, como febre baixa, tosse, dor de garganta e coriza., você imediatamente procurar o Serviço de Atendimento Público ( SUS) e obedecer a medidas de precaução domiciliar.

Quando procurar um hospital?

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência estadual para isolamento e tratamento. Os casos suspeitos leves podem não necessitar de hospitalização, sendo acompanhados pelo SUS e obedecendo a medidas de precaução domiciliar. Porém, é necessário avaliar cada caso.

Como prevenir o contágio?

  • Lave as mãos com água e sabão ou use álcool gel.

  • Cubra o nariz e a boca ao espirrar ou tossir.

  • Evite aglomerações se estiver doente.

  • Mantenha os ambientes bem ventilados.

  • Não compartilhe objetos pessoais.

O QUE FAZER EM CASA

  • A limpeza de todos os cômodos dificulta a transmissão da COVID-19. É recomendável fazer a higienização de pisos e banheiros duas vezes ao dia, com água sanitária diluída em água. A utilização de álcool 70% por todas as superfícies também é recomendada.

  •  Garantir que os ambientes estejam arejados, com janelas e portas abertas, dificulta a proliferação do vírus. Caso algum morador apresente sintomas de gripe, é importante que faça uso de máscaras e evite o contato com outros moradores, principalmente idosos. Nesses casos, toalhas de rosto, talheres, entre outros objetos, devem ser individualizados.

  • A letalidade do coronavírus em idosos com mais de 80 anos e outras doenças diagnosticadas é de cerca de 15%. Por isso, cuidados com pessoas nessa faixa etária precisam ser redobrados. Eles devem ser vacinados contra o vírus da influenza e pneumococos, já que a vacinação auxilia os profissionais de saúde a descartar outras possibilidades na triagem, acelerando o diagnóstico.

No trabalho

  • Caso o funcionário apresente sintomas de gripe, a recomendação é que exerça a função em regime de home office (trabalho em casa), pelo menos até o desaparecimento dos sintomas. A indicação se estende a funções que possam ser mais facilmente desempenhadas a distância.

  • Para quem continua a trabalhar em ambientes de uso coletivo, o conselho é manter uma “distância social” de dois metros entre as pessoas.

  • Corrimões, catracas, elevadores ou quaisquer objetos ou superfícies compartilhados devem ser limpos com álcool 70%, assim como as mãos, após tocarem esses locais.

Em locais de uso coletivo

  • O infectologista  recomenda que as pessoas evitem frequentar espaços públicos fechados e com grandes aglomerações, como shows, boates, cinemas e teatros. Segundo ele, lugares abertos são mais desejáveis no atual momento.

  • Em academias, os instrumentos devem ser limpos com álcool a 70%. Outra medida é evitar contato físico desnecessário. 

  • O Centro de Operações de Emergência em Saúde do estado recomenda suspender ou adiar, quando possível, eventos de massa ou atividades que tenham público superior a 100 pessoas. Preferir eventos com transmissão virtual ou em locais abertos.

No Transporte público

  • No transporte coletivo, recomenda-se que janelas de ônibus sejam mantidas abertas quando possível. Outra alternativa é que as pessoas procurem se sentar afastadas umas das outras e que evitem tocar em superfícies do ambiente.

  • Logo após deixar o veículo, é importante fazer a higienização das mãos com álcool a 70%.

  • Em caso de aplicativos de transporte ou táxis, a recomendação é que o motorista se proteja e use máscara. Também é aconselhável limpar o carro com álcool a 70% entre as corridas e reforçar a higienização, caso algum passageiro apresente sintoma como tosse durante o trajeto.

Em todos os locais

  • Lave as mãos com água e sabão com maior frequência que de costume;

  • Use álcool em gel sempre que possível;

  • Não toque nos olhos, boca e nariz sem higienizar as mãos;

  • Não compartilhe dormitórios, alimentos, bebidas ou utensílios;

  • Tome cuidado ao tossir ou espirrar, cobrindo sempre a boca com lenço de papel;

  • Jogue o lenço no lixo após o uso e realize a higienização das mãos;

  • Quando não houver lenço disponível, proteja a boca com a parte interna do cotovelo, nunca com as mãos;

  • Em caso de sintomas de gripe, evite circular em grandes aglomerações ou locais fechados. Caso seja realmente necessário sair de casa, use máscara;

  • Saiba que as máscaras perdem a efetividade com aproximadamente duas horas de uso;

  • Idosos, doentes crônicos e imunossuprimidos devem evitar sair de casa;

  • Evite, suspenda ou adie viagens para locais com casos de COVID-19;

  • Pessoas que estejam regressando do exterior devem ser afastadas do trabalho por um período de sete dias, quando possível;